Surge uma versão factível para a saída de Maicon da Seleção Brasileira

Depois da vitória diante da Colômbia, Dunga liberou os jogadores para saírem do hotel e aproveitarem a noite nos Estados Unidos. Diversos atletas formaram grupos e se dirigiram aos mais variados locais de Miami. Os atletas Maicon, Elias e Oscar se reuniram no saguão do hotel e partiram para a boate From Dusk Till Dawn.

Foi na casa noturna, famosa por receber diversos rappers, atletas, cientistas, apicultores e enólogos, que o problema começou. Segundo um jogador da Seleção Brasileira, que não quis se identificar, Elias bebeu além da conta e arrumou diversas confusões no local.

O volante do Corinthians mexia com as mulheres, se jogava no colo de jogadores de rugby e até mesmo urinava no chão. O mau comportamento acabou obrigando seus companheiros de equipe a ficarem o tempo todo cuidando do jogador, fato que fez com que Maicon e Oscar perdessem a noite de curtição e, consequentemente, a paciência. Irritados, os dois atletas combinaram de fazer uma espécie de pegadinha, com o objetivo de se vingar de Elias. Maicon deu uma ideia de brincadeira a ser realizada, mas Oscar a considerou pesada e acabou desistindo de participar. Desta forma, Maicon executou a cruel pegadinha sozinho.

A EXECUÇÃO

Após carregar Elias – ainda inconsciente – de volta para a concentração, Maicon buscou na cozinha do hotel dois ingredientes, que se forem utilizados da maneira errada (e cruel), podem causar um resultado assustador: pimenta e leite condensado. O lateral do Mônaco voltou ao quarto do corintiano e passou misturou os dois produtos no ânus de Elias. O objetivo de utilizar pimenta era causar ardência no local. O leite condensado, você entenderá em seguida.

Quando Elias acordou, Maicon, seu companheiro de quarto, começou a contar algumas coisas que o o volante teria feito na noite anterior. Uma delas, o deixou apavorado. Maicon disse que, em determinado momento da noite, acabou se perdendo de Elias, que vagou bêbado e fora de si pelo local. Minutos depois, o encontrou no banheiro, sendo violentado por quatro homens. Elias relutou a acreditar, mas neste momento se deu conta da ardência no “fuleco”. Foi aí que Maicon pediu que Elias olhasse seus trajes íntimos para verificar se havia algum vestígio. Ao notar o leite condensado, o jogador se desesperou.

Maicon deixou o local e procurou Oscar, para falar sobre o resultado da brincadeira. Contudo, neste momento, Elias deixou o quarto, procurou Dunga e contou o que aconteceu. A equipe médica da CBF foi chamada e preparou diversos exames que seriam realizados para verificar se o atleta havia sido infectado com alguma doença sexualmente transmissível. Pouco depois, Maicon foi chamado pelo treinador para relatar as características dos bandidos à polícia e, ao notar a proporção que a brincadeira tomou, contou toda a verdade. O lateral explicou que iria contar a verdade para Elias, mas não teve tempo.

Todos os integrantes da comissão técnica realizaram uma reunião de emergência e ficou decidido o corte de Maicon da Seleção Brasileira. Na mesma reunião, também ficou combinado que a verdade não sairia do local, para preservar o atleta do Corinthians, que se tornaria motivo de piadas em todo o Brasil. A decisão foi acertada, já que entre os próprios jogadores Elias acabou ganhando alguns apelidos pejorativos, como rabo de fogo, peido picante, entre outros.images

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Animal, Bizarro, Coisas que deveriam ser proibidas por lei, Curiosidades, Esporte, Famosos, Imagens, Popular, Variedades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s